Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 28 DE MAIO DE 2018

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  28/05/2018   Muito caminhão para pouca carga, a origem da crise - Recente pesquisa do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra ...     27/05/2018   Conta de luz terá bandeira vermelha 2 em junho, nível mais caro, diz Aneel - As contas de luz dos brasileiros vão ficar mais caras em jun...     27/05/2018   Desabastecimento causado pelo bloqueio de rodovias: a solução é investir em diversidades modais - Hoje (24), completa quatro dias da para...     27/05/2018   O público não cabe mais no privado - Em carta a sócios, a Sociedade Rural Brasileira (SRB) avalia como justa a mobilização dos caminhonei...     27/05/2018   Airbus obedece decisão da OMC sobre subsídio, mas espera que Boeing também sofra revés - A Airbus informou nesta terça-feira que tomou me...     27/05/2018   China reduz tarifas de importação de automóveis, impulsionando BMW e Tesla - China reduzirá drasticamente as tarifas de importação de aut...     27/05/2018   Greve dos caminhoneiros atinge setor supermercadista, diz Abras - O setor supermercadista já começa a sentir em alguns Estados os efeitos...     27/05/2018   Porto de Paranaguá é o mais atingido pela paralisação de caminhoneiros - Segundo noticiado pelo O Estado de S.Paulo, os principais portos...     27/05/2018   Obras na BR-459 em São Paulo serão retomadas - Na última terça-feira (22/05) foi suspensa a liminar concedida pela 24ª Vara Cível de Guar...     27/05/2018   ANTAQ participará da 1ª Rodada de Debates sobre o Setor Portuário e Marítimo promovido pela OAB/DF - A Comissão de Direito Portuário e Ma...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

12/01/2018

Futuro: como os trens serão concorrentes das aéreas

Multimodalidade

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

11/01/2018 - Panrotas

A aviação pode, em breve, ver um antigo concorrente voltar a incomodar na concorrência por passageiros em rotas por Europa e Ásia. Isso porque a tecnologia apresentada em trens de alta velocidade, somada aos baixos preços e um tempo de viagem competitivo, além de ser um meio de transporte menos nocivo ao meio ambiente, começa a mostrar ao mundo que, no futuro, fará mais sentido viajar por terra do que pelos ares, e isso não deve se limitar apenas a rotas curtas.

Um estudo divulgado no artigo Jornal de Transportes Avançados mostra que trens e aviões são competitivos em viagens com no máximo mil quilômetros de distância. A partir deste ponto, voar se torna mais rápido, fator decisivo na decisão dos passageiros. A definição, porém, não é exclusividade do artigo egípcio. Pesquisadores da Universidade Beihang, de Pequim, afirmam que o "tempo de viagem é crítico para a competitividade nos meios de transporte".

O crescimento da indústria ferroviária em algumas regiões da Europa e Ásia, com destaque para a China, é importante para mostrar como os trens podem voltar a competir com a aviação.

Viagens ferroviárias entre Pequim e Xangai, por exemplo, que contam com cerca de 100 milhões de viajantes anualmente, têm um novo serviço que chega a 351 quilômetros por hora, reduzindo a viagem a apenas quatro horas e meia, ou duas horas a menos do que o percurso via avião. O tempo contabilizado, porém, inclui apenas o momento entre decolagem e aterrissagem, sem contar check-in, passagem por segurança, inspeção de bagagem e outros pontos.

Na Europa, a ferrovia Eurostar, entre Londres, Paris e Bruxelas, transportou dez milhões de viajantes em 2017, quarto melhor número da história, desde que foi construída, em 1994. Neste caso, os baixos preços, em relação às companhias aéreas, são o maior atrativo aos passageiros.

Ao menos em território chinês, a aviação comercial não sente efeitos severos pelo crescimento ferroviário, de acordo com um dos responsáveis pelo estudo no Jornal de Transportes Avançados, Yu Zhang. Já para os próximos anos, no entanto, fica a expectativa de como esse crescimento da indústria ferroviária pode facilitar o Turismo e reduzir o custo das viagens, assim como oferecer novas experiências aos viajantes.

 

Por PANROTAS

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Airbus obedece decisão da OMC sobre subsídio, mas espera que Boeing também sofra revés

Justiça suspende atividades de instalação e obras da Ferrovia Transnordestina

Empresas aéreas adotam planos de contingência para lidar com restrição de combustíveis

Estudos sobre nova ferrovia são discutidos com o G7

Eurostar adere a solução da Travelport

Muito caminhão para pouca carga, a origem da crise

Conta de luz terá bandeira vermelha 2 em junho, nível mais caro, diz Aneel

Desabastecimento causado pelo bloqueio de rodovias: a solução é investir em diversidades modais

O público não cabe mais no privado

China reduz tarifas de importação de automóveis, impulsionando BMW e Tesla

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística